Buscar
  • Cleusa Jane Kochhann

Mordida Aberta em Adulto

Caso clínico:

Mordida aberta e cruzada bilateral



Resumo

Paciente adulto, 25 anos, gênero masculino.

Respiração bucal com deglutição atípica.

Engolimos de oitocentas a duas mil vezes por dia, e quando a mordida está aberta, a língua se interpõe entre os dentes a cada deglutição. Portanto, para que os dentes mudem de lugar precisamos impedir que a língua faça este caminho. Afinal, "se a janela estiver aberta, é improvável que o pássaro fique dentro da gaiola”.

Inicialmente foi realizado uma remodelação maxilar transversal, depois o aparelho fixo fez o movimento vertical e para impedir a projeção da língua foi instalado uma placa com acrílico para retenção da mesma.

Após obtido uma boa intercuspidação em máxima mordida com guias canino e protrusiva durante os movimentos mastigatórios foi instalado placas de contenção de uso noturno e o paciente foi orientado de que a função é responsável pela forma.


O objetivo de todo tratamento é: respiração nasal, língua no céu da boca, dentes superiores desencostados dos inferiores (espaço funcional livre), mastigação bilateral alternada e vedamento labial.


Este é um caso que foi tratado utilizando a técnica da ortopedia funcional dos maxilares, e obtivemos um resultado estável e positivo.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo